Eu não gosto de atender telefone. E você?

modelo banner blog

Dos grandes males do século, um dos que mais me assola é ter que atender o telefone, onde quer que eu esteja. Porque na cabeça das pessoas, estar com um telefone celular (ninguém nem chama mais assim, né?) quer dizer que você quer ser encontrado 24 horas do seu dia. E nem sempre é assim. Pelo menos pra mim.

Eu ando com um telefone celular para poder usar a internet ser localizado no caso de uma emergência, no caso de um ente querido precisar de mim ou no caso de encontrar alguma coisa engraçada na rua que eu possa tirar uma foto e publicar no Instagram.

Tenho um amigo que é assim

Tenho um amigo que é assim

Estar com o celular comigo não me faz disponível em todo momento. Algumas vezes eu preciso me resguardar ao direito de não lhe atender, seja por educação às pessoas que estão conversando comigo, seja por terminar um trabalho que estou engajado e que talvez lhe atender vá tirar minha atenção ou, simplesmente, porque eu não quero te atender porque eu prefiro ficar olhando pro teto pensando do que falar com você. Eu tenho vários motivos para não atender a uma ligação, mas “eu não quero” é o meu preferido.

E ainda tenho um agravante quando se trata de ligação para celular: eu não gosto de atender uma ligação se eu não tiver aquele número na agenda. Não sei o que dá em mim, só sei que quando vejo um número desconhecido ligando eu sempre escolho não atender. Não é medo, não é por achar que vão me cobrar, é simplesmente porque se aquela pessoa não é minha amiga o suficiente para eu tê-la em minha agenda, por que raios de motivo deveria atendê-la?

Muitas das vezes me complico porque é algum amigo meu que está me ligando de algum número desconhecido, mas eu só descubro isso se atender. Como não atendo, não podem me acusar de nada.

Tem mais. Eu não gosto de atender uma ligação de alguém que eu não queira falar naquele momento, essa é mais do que óbvia. Se eu não gosto de você e você me liga, por que raios de motivo eu deveria lhe atender? Se eu não tenho tratado nenhum assunto com você, dificilmente você vá me ligar para dizer que a partir de agora somos amigos e que não existe mais mágoa entre nós.

when_the_person_youre_calling_doesnt_answer_the_phone-110167

Eu não gosto de atender uma ligação, no meio do dia, porque você passa a ter um problema que antes não tinha.

Sua vida está em uma escala de 0 problemas. A partir do momento que atende uma ligação, no meio do dia, você passa a contar 1 problema. E por aí vai. Ninguém te liga pra te dar uma boa notícia. Pra dizer que você ganhou uma herança, pra avisar que você está participando de um programa de TV ou pra dizer que seu blog foi eleito o mais lindo da blogosfera. Atualmente, a maior quantidade de notícias boas nós não ganhamos pelo telefone, então porque eu deveria me preocupar tanto em atender o telefone?

Vamos fazer um teste rápido e você vai entender:

Por onde você ficou sabendo que uma amiga ou amigo começou a namorar? Por uma ligação ou pela mudança de status no Facebook, por gritos animados no Whatsapp ou por comemorações e fogos de artifício disparadas na casa vizinha?

Tá vendo? Ninguém mais usa o telefone pra se comunicar, só os atendentes de telemarketing e desses nós queremos distância.

O que importa é que se você precisa mesmo falar comigo e eu não tenho seu telefone na minha agenda, acho melhor procurar outra forma de se comunicar. Tenho certeza que um tuíte ou uma mensagem no Facebook vai ter muito mais efeito do que uma ligação.

Melhor utilidade EVER para um telefone

Melhor utilidade EVER para um telefone. Comer 😀

4 Comments

  • Reply Angélica Fortes junho 11, 2016 at 5:12 pm

    Concordo plenamente. Me identifiquei com seu texto.

  • Reply ANDRÉA SILVA novembro 6, 2016 at 1:39 am

    Gostei demais de seu texto! Eu atendo feliz somente quando é alguém que gosto muito! mesmo assim, ainda prefiro mensagem.

  • Reply Marina Graça dezembro 8, 2016 at 5:45 pm

    Mensagem!

  • Reply Letícia fevereiro 3, 2017 at 7:52 pm

    hahahahaha eu odeio muito telefone. Acho completamente desnecessário quando já existe e-mail e whats app – que não te pertubam do nada e não tem aquele tom de urgência de um telefone tocando. Acho a coisa mais detestável do mundo ter que inventar assunto para “sustentar” uma ligação. O problema é que muitas pessoas ainda são apegadas a esse meio comunicação antiquado, e às vezes não escapo. ¬¬”

  • Deixe sua opinião